quinta-feira, 4 de junho de 2009

(...)Será que mais Alguém vê e escuta?

Sinto o roçar das asas Amarelas
e escuto essas Canções encantatórias
que tento, em vão, de mim desapossar.

Diluídos na velha Luz da lua,
a Quem dirigem seus terríveis cantos?
Ariano Suassuna

2 comentários:

Daniel Paulo Barros disse...

Por ínfimos e mínimos que possam parecer, eles existem! [:D]

*borboleta disse...

só quando se faz poeta vê algo assim...